quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Direto do mundo do pó, ferramentas, eletricista e afins: parte I

Vou contar a saga da mudança em etapas, com direito a drama, comédia e no final muita felicidade!!

Parte I
Gente, jurei que isso não aconteceria comigo; preferia a morte, mas cá estou na casa nova, com eletricista,marceneiro,tecnico de alarme...
Minhas coisas: 90% delas em caixas! Comida: disk qualquer coisa!
Paciência: já nem sei o que é isso!

Enfim, a casa está ficando linda, linda; mas os prestadores de serviço, por melhor que seja ele, não cumprem o que prometem. Atraso é rotina! E se você reclama recebe desculpas esfarrapadas e risinhos!

Explico o porque precisamos mudar assim: aqui na minha cidade (cidade do interior mas perigosa igual as capitais) é comum você ter surpresas em final de construção com os gatunos. Eles levam acabamentos (torneiras, cubas, espelhos) , fiação, luminárias ; enfim você precisa estar sempre presente. Pensamos em contratar alguém para ficar aqui a noite, mas foi inviável.
Por fim, resolvemos mudar e eu trabalhar de casa esta semana para estar presente durante o dia e o principal "habitar" a casinha a noite!

E sabem qual o único lugar da casa que está pronto: o quarto de hóspedes!! Visitas, sejam bem-vindas!!!

Vou montar depois uma listinha , parecida com aquela da Mari, com minhas sugestões para vocês.

Até a próxima !!

4 comentários:

Amanda disse...

Nossa Carolllll... de barrigão no meio da mudança e ainda com essa demora de serviços? ui ui ui ... mas desejo boa sorte, que melhore a cada dia... ah deixa o quarto de hospédes bem bonitim, quem sabe lhe faço uma visita? heheheh Bjs

Carla disse...

Achei um blog que tem tudo a ver com o que eu sempre digo: sou arteira, não sou artista! E é a mais pura verdade. Dê uma passadinha no meu blog! Adorei o seu e vou virar assídua.

Vivian disse...

ah, que nada, eu adoro essa bagunça !!!

bjks e bom fds

Ana Medeiros disse...

Oi Carol,

Nem fale em bagunça, pq pintar casa com tudo dentro tb n ta sendo fácil. O bom é a recompensa depois ne?
Paciência...paciência.

beijos